Existing Member?

The long way back home

Hoi An

VIETNAM | Thursday, 28 September 2006 | Views [1566] | Comments [2]

Beco

Beco

Os ônibus turísticos de Nha Trang a Hoi An são noturnos, e como não temos mais coluna para passar uma noite dormindo sentados resolvemos ir de trem. Inclusive para experimentar outros meios de transporte e nos misturarmos um pouco com os locais.

O trem era razoável, mas perdeu em comparação ao trem noturno da Tailândia. Não dormimos muito bem, pois como não desceríamos no final da linha e nossa chegada estava prevista para às 5 da manhã, ficamos com medo de perder a parada. Bobagem, pois o bilheteiro avisa quando se está chegando.

Na verdade o trem vai até Dà Nãng, onde pegamos um mini-ônibus que nos levou até Hoi An. Embora sonolentos chamou a atenção que a cidade estava desperta já às 5 e meia da manhã: muitas pessoas fazendo exercício, caminhando e até indo para a escola. Mas a surpresa maior foi quando o carro passou pela praia, pois esta estava cheia! Tinha muita gente tomando banho de mar até. E isso que o sol mal nascera. A impressão que deu foi a de que houve uma rave na praia na noite anterior e que esta estava acabando naquele momento.

Hoi An, um museu a céu aberto, é hoje uma cidade de 76 mil habitantes. Foi, entre os séculos 17 e 19, um dos principais portos internacionais do sudeste asiático, atraindo muitos comerciante chineses e japoneses, os quais deixaram sua marca na arquitetura local, assim como os franceses (ver fotos). Ainda bem que isso ainda está presente, pois os dois lados na guerra cooperaram para preservá-la.

Sem dúvida o ponto alto da viagem pelo Vietnã até o momento. A cidade é simplesmente charmosa e encantadora com suas casas todas amarelas ou de madeira. Podem ver as fotos, mas só mesmo estando lá e caminhando por suas ruelas é que se pode entender.

Uma das especialidades de Hoi An são as roupas feitas sob-medida. A cada três lojas uma é uma alfaiataria. Difícil resistir: eu fiz uma calça social e uma camisa, e a Melissa copiou sua saia favorita (que ficou idêntica à original) além de uma bata bordada e 3 tops. Tudo por menos de 90 dólares! Eles fazen de tudo que se possa imaginar, incluindo sapatos e biquínis...

Em My Son, patrimônio da humanidade, visitamos as ruínas do centro intelectual e religioso do reino de Champa, que estão em um verdejante vale no meio de montanhas e riachos. Embora o calor estivesse insuportável, mesmo assim aproveitamos o passeio. Infelizmente My Son não teve a mesma sorte de Hoi An e foi duramente bombardeada pelos comedores de hambúrguer durante a guerra.

Tags: Shopping

Comments

1

Bah, tô impressionada... O Léo abrindo a mão e fazendo roupas...
Muito legal esse diário, tô adorando...
Beijos
Laura

  Laura Oct 7, 2006 5:00 AM

2

Isto é realmente o melhor de uma viagem : descobrir as peculiaridades de cada lugar e viver um pouco como os nativos vivem,e o melhor,sem pressa !
Está bárbaro teu diário de bordo,estou viajando junto com vocês !!!!

  gilnea maya Oct 18, 2006 12:18 AM

Add your comments

(If you have a travel question, get your Answers here)

In order to avoid spam on these blogs, please enter the code you see in the image. Comments identified as spam will be deleted.


 

 

Travel Answers about Vietnam

Do you have a travel question? Ask other World Nomads.